BUSCA RESULTADOS

Sucesso das distribuidoras e produtoras francesas na RioContentMarket 2013

Vera Dos anjos - 04-mars-2013 19:40:02
Graças a uma parceria entre a TV France International e o Departamento de Audiovisual da Embaixada da França no Brasil, uma delegação de peso composta por 16 distribuidoras e produtoras francesas esteve presente na 3ª edição do Rio Content Market. Com mais de 3.000 participantes, este evento de destaque do setor de conteúdo audiovisual foi um enorme sucesso. A Associação Brasileira de Produtoras Independentes de Televisão (ABPITV) criou este evento a fim de incrementar o intercâmbio de informação e de ideias sobre a indústria audiovisual mundial e promover novas oportunidades de negócios, apresentando inovações e tendências do setor. Dentre os 16 participantes, estavam grandes distribuidoras e produtoras francesas de conteúdo audiovisual: AB International Distribution; Arte France; Doc En Stock; Film & Picture; Gaumont; Gedeon Programmes; Ina; Java Films, Kwanza; Mediatoon Distribution; System Tv; Only Lifestyle – Tv Only; Upside Télévision; Wide; Zodia Rights; Zorn. Enfim, este evento foi para Bruno Delaye, Embaixador da França no Brasil, a oportunidade de encontrar a delegação francesa e o presidente da ABPITV durante coquetel promovido em 21 de fevereiro pela França.

A PRODUÇÃO AUDIOVISUAL FRANCESA CHEGA AO BRASIL APÓS O CARNAVAL

Vera Dos anjos - 06-févr.-2013 22:04:20
  Neste ano de 2013, uma delegação francesa organizada pela UBIFRANCE (Serviço Comercial da Embaixada da França) em parceria da TV France International (TVFI) participará do RioContentMarket. Este avento, realizado pela Associação Brasileira de Produtoras Independentes de Televisão (ABPITV) - que acontece de 20 a 22 de fevereiro no Rio de Janeiro, no Hotel Windsor Barra, RJ, visa incentivar a troca de informações e ideias sobre a indústria audiovisual mundial e promover novas oportunidades de negócios, apresentando inovações e tendências do setor. O objetivo do evento é consolidar o Rio de Janeiro como o maior mercado de conteúdo audiovisual multiplataforma da América Latina ! Isso coloca o Brasil na rota dos circuitos dos eventos audiovisuais internacionais. Este ano, virão ao Brasil as seguintes produtoras francesas de conteúdo cinematográfico e audiovisual: AB International Distribution ARTE France Doc en Stock Film & Picture Gaumont Gedeon Programmes Ina Java Films kwanza Mediatoon Distribution System TV Only Lifestyle - TV Only Upside Télévision Wide Zodia Rights Zorn Em 2012, 37 filmes franceses e coproduções foram exibidos nas telas brasileiras. O cinema francês contabilizou 3,5 milhões de espectadores em 2012. Os Intocáveis, um estrondoso sucesso de bilheteria em 2012, bateu o recorde com 1 059 218 espectadores. Este ano, a presença francesa destaca-se em 20 festivais em todo o Brasil: Mostra de São Paulo, Festival do Rio, In-Edit, É tudo Verdade, FICI, Anima Mundi, Festival de curtas-metragens de São Paulo, entre outros. Eventos importantes do Cinema francês aconteceram em 2012: Festival Varilux com cerca de 70 mil espectadores em 32 cidades e My French Film Festival , festival de cinema francês online, gratuito e legendado, com 86 mil visitantes, atrás apenas da China. Foram 1,3 milhões de espectadores no mundo (em 174 países), um número trinta vezes superior ao da primeira edição. Em 2013, O My French Film Festival foi apresentado em 12 idiomas e 170 países, chegando à sua terceira edição (de 17 de janeiro a 17 de fevereiro) e mostrou o melhor da criação cinematográfica francesa contemporânea.   http://www.myfrenchfilmfestival.com/pt/ No ano de 2012, mais de 15 mostras foram realizadas no circuito cultural brasileiro , em parceira com centros culturais e instituições (SESC, Cinesesc, Cinemateca, M.I.S, Caixa Cultural ,CCBB e IMS), além de participação expressiva nos encontros profissionais importantes de 2012: RioContentMarket, ABTA e Forum Brasil.   Além da produção cinematográfica francesa, o Brasil também compra da França conteúdo para televisão como desenhos animados, programas diversificados, documentários, mini-séries. Entre os principais clientes brasileiros encontram-se Chefe TV, Globosat, Globosat HD e TV Brasil. Venha conferir as novidades dos produtores franceses na Rio Content Market. Baixe aqui o release completo e saiba mais obre a indústria audiovisual e cenamatográfica francesa !.  

O CINEMA FRANCÊS DEMONSTRA SUA CAPACIDADE DE ATRAIR PRODUÇÕES INTERNACIONAIS

Fernanda Krueger - 04-juin-2012 14:54:25
Maio de 2012 – De acordo com o CNC (Centro Nacional do Cinema e da Imagem Animada), a produção cinematográfica francesa atingiu, com 272 filmes em 2011, seu índice mais elevado. Se a produção e o volume de financiamentos dos filmes de iniciativa francesa permanecem globalmente estáveis (207 filmes, correspondentes a 1,128 bilhão de euros), o número das co-produções (120 filmes em 2011, contra 118 em 2010) atinge, para filmes majoritariamente estrangeiros, um nível histórico: 65 filmes, contra 58 em 2010, sendo a Alemanha, Bélgica e Itália os principais países na co-produção. Desta forma, o cinema francês confirma sua capacidade de atrair parceiros estrangeiros. Dentre as produções estrangeiras rodadas na França em 2011 estão «Sherlock Holmes 2» (Estados Unidos), «Chinese Zodiac» (China), as séries «Death in Paradise» e «Merlin- 4ª Temporada» (Reino Unido), ou os filmes recentemente dirigidos por Clint Eastwood («Além da Vida»), Martin Scorsese («Hugo Cabret») e Woody Allen («Meia Noite em Paris»). O segmento «animação e efeitos visuais digitais» permanece bastante ativo, com projetos de amplitude internacional, como «O Lorax» (recorde de receitas nos Estados Unidos) ou o próximo filme de Wong Kar-Wai, «The Grandmasters». A França adquiriu uma reputação mundial em efeitos especiais e 3D. São exemplos empresas como Mac Guff, Buf Compagnie ou Mikros image. Recebendo a cada ano o festival de Cannes e o Festival do Filme Americano de Deauville, a França é um destino privilegiado na Europa para produções cinematográficas e audiovisuais. Os Oscars recebidos pelo filme «O Artista» ou o sucesso do filme «Intouchables» confirmam a abrangência internacional e o dinamismo do cinema francês. A presença na França da Fox Searchlight Pictures, filial da Twentieth Century Fox, da Walt Disney Studios Motion Pictures France, da NBC Universal Global networks France, ou da Sony Pictures France comprova a atratividade do mercado francês. Esta última reforçou-se em 2009 com a implantação do «crédito do imposto internacional» (C2I), dispositivo que auxilia as empresas estrangeiras cujos projetos são total ou parcialmente realizados na França. A verba, que respeita determinado limite, cobre 20% das despesas realizadas na França. Ajudas fornecidas por municípios também auxiliam a criação cinematográfica e audiovisual. A associação «Film France» indica aos produtores estrangeiros empresas francesas de produção, enquanto que a estada na França é facilitada pela existência de uma rede de escritórios que recepcionam filmagens localmente. Os estúdios da região Ile-de-France ou da região PACA, como os de Lille e Lyon, principalmente, estão aptos a atender produções de âmbito internacional. Para David Appia, Presidente da Agência Francesa para os Investimentos Internacionais (AFII): «A co-produção de filmes majoritariamente estrangeira atingiu em 2011 um nível recorde. A qualidade dos profissionais, técnicos e engenheiros franceses da imagem e do som, bem como a do patrimônio natural, histórico e cultural explicam em grande parte este resultado.

EMPRESAS FRANCESAS DE BROADCAST EM BUSCA DE PARCEIROS BRASILEIROS

Fernanda Krueger - 21-mai-2012 22:10:29
A UBIFRANCE BRASIL, agência de promoção de empresas francesas, está trazendo cinco empresas que atuam no setor de tecnologia audiovisual para um programa de reuniões no Rio de Janeiro e São Paulo (dias 21 e 22 de maio respectivamente).    Seu objetivo é aproveitar o crescimento do mercado e, em especial do setor de broadcast, para apresentar a tecnologia francesa e estabelecer contatos para possíveis parcerias.    Alguns dos principais nomes do setor já estão confirmados para reunir-se com essa delegação francesa, entre eles: Oi TV, TIM, TV Globo, Globosat, GLobo.com, Record, Band, Sky TV, SBT, EBC, Vivo TV, Claro TV, GVT, Net Serviços.  A legislação aprovada em agosto de 2011, que permitiu que os operadores pudessem oferecer serviços IPTV, cabo ou satélite, irá alavancar o setor e os grandes eventos previstos (Copa do Mundo de 2014, Jogos Olímpicos de 2016) irão impulsionar novos investimentos para a transmissão de jogos em qualidade HDTV. O CENÁRIO NO BRASIL No Brasil, a penetração da televisão paga está em crescimento, apesar dos elevados preços das assinaturas. Em 2010 foi registrada uma taxa de 15,91% e a previsão é de que em 2015 se alcance 32%, um dos maiores índices da América Latina. Em junho de 2011, foi registrado um total de 11,1 milhões de assinantes, um crescimento de 31% em relação ao ano anterior. 46,8 % desse total recebem o conteúdo por meio do cabo, 50,4% por satélite e o restante pela tecnologia MMDS.  A televisão digital ainda está em fase de desenvolvimento no país. Em 2011, ela esteve presente em 480 cidades alcançando 89,5 milhões de pessoas. A estimativa é de que em 5 anos o país esteja coberto pela TV digita (fim das transmissões analógicas previsto para dezembro de 2016), apesar dos obstáculos a serem enfrentados: o lento crescimento de usuários, o preço do set-up box, a programação, a qualidade da cobertura e a falta de interatividade. Em 2010 foi registrada a compra de mais de 6 milhões de aparelhos de TVs LCDs (um crescimento de 136% em relação á 2009). Em 2011, 98% das casas possuíam um aparelho de televisão, o que representa 194 milhões de habitantes, sendo que 18% teriam acesso ao conteúdo pago.  Diante deste cenário, essas empresas francesas cujos perfis encontram-se abaixo pretendem apresentar produtos e serviços inovadores e identificar parceiros que busquem soluções inovadoras ou intercâmbio comercial no Brasil. PERFIL DAS EMPRESAS FRANCESAS NETGEM: www.netgem.com Criada em 1996, a NETGEM fornece soluções híbridas de IPTV para operadoras de telecomunicações, permitindo-lhes integrar o valor agregado de entretenimento e serviços domésticos conectados a pacotes de banda larga em um mercado altamente competitivo multimídia e multi-ecrã. As soluções da NETGEM integram os STBs e as tecnologias de middleware oferecendo soluções completas: • IPTV / OTT híbridos set top boxes (hardware, middleware e software de baixo nível) • Monitoramento de equipamentos • Gestão de Conteúdo (VOD ...), gestão da CAS e DRM • transmissão Multi-screen e Netgem SDK para aplicativos de terceiros A NETGEM ocupou o 3º lugar no ranking mundial de 2011, por sua middleware IPTV (MRG Inc.) e, em 2010, ocupou o 1º lugar no ranking de IPTV STB na Europa (Screen Digest). Ela possui 4 milhões de HD de Set-top-Boxes operando atualmente. Em 2011, ela registrou um faturamento de 84,6 milhões de €, sendo 55% con mercados internacionais. BROADPEAK: www.broadpeak.tv    A BROADPEAK projeta e fabrica plataformas de distribuição de vídeo, permitindo vários milhões de transmissões simultâneas. Dentre suas soluções, ela oferece: rede de distribuição de Conteúdo (CDN) para as operadoras de TV por assinatura ou cabo híbrido, provedores de acesso a Internet e IPTV. A empresa destaca-se pelo uso da rede de monitoramento centralizado, servidores de conteúdo ao vivo e VOD e oferece acesso para a utilização da rede.  A BROADPEAK é considerada líder na Europa em VoD de IPTV e já forneceu CRC para a Telecom Argentina. VIACCESS: www.viaccess.com    A VIACCESS oferece acesso condicional para a televisão paga com dispositivos e redes múltiplas e deselvolvimento de conteúdo seguro (CAS) e sistema DRM.  A empresa possui mais de 20 anos de experiencia em difusão de banda larga de TV paga. Além disso, tem mais de 15 milhões de assinantes,  mais de 80 clientes e 90 parceiros em tecnología e mais de 35 países que confiam nos serviços da VIACCES.   LOGIWAYS www.logiways.com   Criada em 2001, a LOGIWAYS oferece soluções de softwares e sistemas de acesso para a indústria de TV Digital: •Push-VoD para operadores de TV por assinatura •Acesso seguro e gestão de conteúdo publicitário  Graças ao sistema Logiways VodAccess™, o conteúdo é transmitido em modo "push" na rede do operador de TV digital: • o conteúdo é armazenado de forma segura e codificada / criptografados no PVR do usuário; • o menu oferece os programas disponíveis e permite o acesso instantâneo sem a necessidade de esperar conteúdo ser carregado; • o sistema garante um serviço de VOD qualidade, sem banda larga  Sua missão é proporcionar inovação no fornecimento de soluções para o setor de TV digital, permitindo que os telespectadores tenham acesso a um conteúdo seguro e de alta qualidade, sem limitação de tecnologia, geografia, ou restrição econômica. SPECTRACOM www.spectracomcorp.com  A SPECTRACOM fornece soluções para a sincronização de redes de TV e rádio digital, medidores de frequência de sinal e simuladores GNSS (Global Navigation Satellite Systems).   Criada em 1972, a SPECTRACOM pertence ao Grupo Orolia desde 2007 e já realizou 25.000 instalações no mundo, sendo 80 países no âmbito técnico e comercial (apoio e manutenção) Para mais informações à imprensa: Vera dos Anjos – mtb 14.534 vera.dosanjos@ubifrance.fr Responsável Comunicação e Assessoria de Imprensa UBIFRANCE – Agência francesa para o desenvolvimento internacional das empresas Embaixada da França no Brasil Tel: (011) 30 87 31 22 Visite nosso Blog: http://www.ubifrance.com/br/    Twitter: @UbifranceBr

Uma França aberta às produções cinematográficas estrangeiras

Catherine Ferrão - 18-mai-2011 22:43:01
Abril de 2011 – Em 2010, a indústria cinematográfica francesa faturou € 330 milhões em receitas, sendo € 137 milhões no exterior. Onze produções, dos mais variados gêneros, venderam mais ingressos fora do que dentro da França: dos filmes de autor aos filmes de massa, passando pelos filmes de animação. Neste último caso, a França desfruta hoje de uma reputação mundial, graças a empresas como Mac Guff, Buf ou Mikros, especializadas em efeitos especiais e 3D. A França valoriza produções do mundo todo, através, sobretudo, do Festival de Cannes e do Festival do Filme Americano de Deauville. É uma terra privilegiada para receber produções cinematográficas e audiovisuais. Grande produtora de filmes, com cerca de 200 longas metragens por ano, ela pode oferecer o know-how de técnicos formados pela FEMIS, Escola Nacional Superior da Imagem e do Som, cuja excelência é reconhecida no exterior. Os estúdios disponíveis na região Ile-de-France e na região PACA, aos quais se juntaram recentemente os de Lille e Lyon principalmente, podem receber produções de abrangência mundial. Para filmagens externas, o patrimônio visual, histórico e cultural da França representa um trunfo importantíssimo. Além disso, a França dispõe de recursos de primeira linha para a restauração e arquivamento de materiais. A Cinemateca Francesa abriga a maior base de dados mundial sobre a sétima arte. O Instituto Nacional do Audiovisual (INA) realiza atividades de P&D, formação e produção em todas as áreas da imagem e do som. A atratividade da França para a realização de filmes estrangeiros foi reforçada em 2009, com a implantação do programa de crédito do imposto internacional (TRIP) para produções de empresas estrangeiras que sejam realizadas parcial ou totalmente na França . Este instrumento possibilitou, desde sua implantação, que 31 produções estrangeiras (filmagens, animação, efeitos visuais digitais) fossem beneficiadas por um TRIP correspondente a 20% dos gastos. 12 foram filmados completamente ou em parte em Paris , os outros nas regiões PACA, Picardie, Bretanha, Rhône-Alpes, bem como em Guadalupe. O orçamento das produções estrangeiras envolvidas quintuplicou nos últimos anos (€ 50 milhões em 2009 e 2010, contra € 10 milhões em 2008). Desta forma, decidiram rodar na França: a BBC, com uma série de filmes sobre o Mago Merlin e cineastas americanos, como Clint Eastwood (« Hereafter »), Martin Scorsese (« The invention of Hugo Cabret ») e Woody Allen (« Midnight in Paris »). O número de dias de filmagem é responsável pelo retorno econômico (locação de material, hospedagem, pós-produção, etc.). Em 2010, foram 210 dias no total, contra 92 em 2008. A média do número de dias por filmagem de longa metragem passou de 6 a 14 dias no mesmo período . «O dinamismo da indústria cinematográfica francesa, a número um da Europa, é indiscutível. O programa que, desde 2009, permite que produções estrangeiras filmadas na França se beneficiem de incentivos fiscais, reforçou a posição do nosso país nesse setor. O número de dias de filmagem de longas metragens estrangeiros dobrou em dois anos. Cada um destes filmes representa a oportunidade de mostrar ao público estrangeiro a riqueza, a diversidade e a atratividade patrimoniais de nosso país.» assinala David Appia, Presidente da Agência Francesa para os Investimentos Internacionais (AFII) . A Agência Francesa para Investimentos Internacionais (AFII) é a agência nacional encarregada da promoção, prospecção e recebimento dos investimentos internacionais. A AFII facilita a realização de seu projeto na França. É o órgão econômico de referência sobre a atratividade e imagem da França. A AFII conta com uma rede internacional, nacional e territorial e trabalha em parceria estreita com agências regionais de desenvolvimento econômico, para oferecer serviços sob medida aos investidores internacionais. Para maiores informações, contate o Diretor Geral da AFII no Brasil francois.removille@afii.fr ou acesse o site www.investinfrance.org/pt . Contato Assessoria de Imprensa Ubifrance Brasil: Vera Dos Anjos Responsável Comunicação, Assessoria de Imprensa e Promoção VIE Ubifrance – Missão Econômica de São Paulo Embaixada da França no Brasil Rua Marina Cintra, 94 – 01446-901 SÃO PAULO – SP Tels (55 11) 30 87 31 00; Fax: (55 11) 30 87 31 01 vera.dosanjos@ubifrance.fr UBIFRANCE Agência francesa para o desenvolvimento internacional das empresas www.ubifrance.fr
Conheça nossa equipe
  Richard Gomes - Diretor Business França América Latina. Depois de completar seu VIA no Brasil em 1996, Richard Gomes ocupou vários cargos de Direção no setor das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na França, Portugal e Califórnia. Ele liderou o departamento de Novas Tecnologias, Inovação e Serviços em Ubifrance, em Paris, de 2009 a 2012 e foi Diretor de Negócios França-Península Ibérica de 2012 a 2017, antes de retornar ao Brasil em setembro de 2017. Sua experiência em TIC, bem como seu bom conhecimento sobre o ambiente tecnológico francês e americano, permitiram que ele fosse eleito entre as 100 personalidades digitais na França pela revista 01Informatique (novembro de 2010). Richard possui um DESS em Bancos e finanças e mestrado em economia e finanças internacionais pela

Leia mais

Facebook
Area de Imprensa & Mídia
Lista de últimos comentários

Excelente evento! Parabéns pela org...

Mauro Henrique Pereira | octobre 22, 2014

O Seminário foi um sucesso. Parab&#...

Peter Alouche | mars 26, 2013

Parabenizo à UbiFrance pela realiza...

Marcelo Sakai | Covoiturage/Caronas | djengo.com.br | mars 19, 2013