BUSCA RESULTADOS

INDICADORES DE DESEMPENHO DA ATRATIVIDADE DA FRANÇA EM 2017

Gabriella Martins - 22-déc.-2017 16:30:31
  A economia francesa, berço de inovação, aberta a talentos mundiais e   investimentos industriais   Paris - Dezembro de 2017 - Business France & Les Etats de la France divulgam os «indicadores da atratividade da França» e o « estudo Ipsos/Etats de la France » por ocasião da 12ª edição do evento Etats de la France. O relatório sobre os indicadores de desempenho da atratividade da França, realizado pelo 8º ano consecutivo em parceria com a Direção Geral do Tesouro e o Comissariado Geral pela Igualdade dos Territórios, é apresentado por Christophe Lecourtier , Diretor Geral da Business France. O estudo Ipsos/Etats de la France é comentado por Pascal Cagni , Embaixador para Investimentos Internacionais e por Brice Teinturier, Diretor Geral do Ipsos. Este relatório reúne um leque de dados econômicos referentes aos indicadores da atratividade de um país, baseando-se em um comparativo envolvendo 13 países. O estudo Ipsos analisa a percepção da atratividade através de 200 executivos de empresas estrangeiras implantadas na França. « Pela primeira vez, a França conta com uma imagem positiva e encorajadora no que se refere à percepção dos investimentos internacionais. A opinião sobre a realidade da atratividade da França para as empresas deu um salto de 24% em relação a 2016, alcançando 60% dos entrevistados », assinala Brice Teinturier. Os diferenciais estruturais da França são reconhecidos: dimensão do mercado e posicionamento geográfico, capital humano, produtividade horária que ocupa a 7ª posição mundial e, enfim, suas infraestruturas aeroportuárias e uma penetração da banda larga que coloca a França no 2º lugar do ranking. A França também consolida sua abertura ao investimento internacional com o 3º lugar europeu em matéria de captação de investimentos estrangeiros criadores de emprego (EY 2016 e o 2º lugar, de acordo com o Observatoire Europe de Business France ). A presença de pesquisadores estrangeiros também é ressaltada com uma alta de 14% em 2015. Os principais diferenciais da economia francesa evidenciados pelos indicadores das análises estatísticas são:   . Sua capacidade de inovação : a competitividade em relação a custo da França nas atividades de P&D reforçou-se a partir de 2008. A França (1ª no ranking) oferece o mais vantajoso benefício fiscal para P&D através do Crédito Imposto Pesquisa (CIR). Os recursos humanos em Ciências e Tecnologias representam 50,5% da população em 2016. O Technology Fast 500 da Deloitte confirma que a França ultrapassou seus pares europeus. O Top 100 Innovators da Clarivate Analytics, também coloca a França em 1º lugar na Europa e em 3º no mundo dentre os países mais inovadores.   . Uma dinâmica empresarial em constante progressão com criações efetivas de empresas de +2,3% em 2015 contra +1,7% em média na UE28(*), ou seja, 77.438 criações efetivas de empresas. O desenvolvimento das empresas, assim como sua criatividade , é facilitado pelas condições administrativas e financeiras favoráveis, em particular para as startups. Em matéria de simplificação para a criação de empresas, bastam apenas 3,5 dias para criar uma empresa na França, contra 4,5 no Reino Unido e 10,5 na Alemanha. Além disso, no primeiro semestre de 2017, o montante investido em capital de risco na França atingiu o pico histórico de 1,216 bilhão de euro , o que a coloca no 2º lugar na Europa.   . Uma economia industrial que atrai os investidores internacionais com uma posição de líder em termos de captação de implantações industriais na Europa (EY, BF 2016), especialmente uma nítida melhora da produtividade horária na indústria manufatureira, em progressão de +2,8% em 2016 em relação à média europeia de +0,5%.   As principais fraquezas da França permanecem em destaque nos rankings internacionais, trata-se do custo do trabalho e da tributação . « O governo se empenha em tratar esses assuntos. A reforma do Código do Trabalho está sendo aplicada por empresas e empregados. Em relação ao custo do trabalho, o governo e o Conselho Nacional da Indústria (CNI) conduzirão o debate, a partir de janeiro de 2018, relativo a uma diminuição dos encargos trabalhistas para profissionais qualificados e à possibilidade de reduzir o custo do trabalho acima de 2,5 salários mínimos. Em termos de tributação, várias medidas foram tomadas, tais como a eliminação do ISF e a «Tarifação Única» (flat tax). A perspectiva mencionada de queda do imposto para pessoa jurídica de 34,4% para 25% em 2022 também deverá consolidar a atratividade do nosso país », ressalta Christophe Lecourtier. « As reformas implantadas pelo governo nos últimos seis meses para melhorar a atratividade traduziram-se na opinião dos executivos entrevistados (Ipsos) por uma alta de 39% em 2017 sobre o tema «as reformas serão bem sucedidas» em relação a 2016. É uma excelente notícia e a prova de que com as reformas estruturais, a França retoma uma imagem econômica e positiva no mundo inteiro. Enfim, o programa industrial lançado recentemente para apoiar a inovação na indústria, bem como a criação do selo “French Fab ” para promover a indústria francesa servirão para reforçar a atração dos investimentos internacionais nessa área », ressalta Pascal Cagni. (*) A UE-28  (ou  UE28, União Europeia dos vinte e oito), corresponde ao conjunto de países que pertencem à União Europeia, desde 01 de julho de 2013.     Sobre a Business France   Business France é a agência nacional de apoio à internacionalização da economia francesa, responsável por impulsionar o crescimento das exportações de empresas francesas, bem como prospectar e facilitar os investimentos estrangeiros na França. Ela promove a atratividade e a imagem econômica da França, suas empresas e seus territórios, e também se ocupa da gestão das candidaturas VIE (Voluntariado Internacional em Empresas). A Business France conta com 1.500 colaboradores, na França e em 72 países, que trabalham com uma rede de parceiros do setor público e privado. Para maiores informações, visite: www.businessfrance.fr . Criada em 1º de janeiro de 2015, ela resulta da fusão entre a UBIFRANCE e a AFII (Agência Francesa para Investimentos Internacionais).       Contatos com a imprensa:    Vera dos Anjos  mtb: 14.534 Business France Brasil  (11) 30 87 31 22 vera.dosanjos@businessfrance.fr  

A França: um destino cada vez mais atrativo…

Gabriella Martins - 26-mai-2017 17:35:24
    A França: um destino cada vez mais atrativo…     A França foi o destino de 1.117 decisões de investimento por parte de empresas estrangeiras em 2016, ou seja, 21 decisões em média por semana e um crescimento de 16% em relação a 2015. Essas decisões criaram ou mantiveram 30.108 empregos no ano.      É o melhor resultado já registrado pela França ao longo dos dez últimos anos , como demonstra o “Relatório sobre a internacionalização da economia francesa – Balanço dos investimentos estrangeiros na França em 2016”.     A França atrai novas empresas . O número de novas implantações no país cresceu 20% em 2016 e representa a maioria dos investimentos decididos no ano (51%).     Logística, produção e inovação são os propulsores dessa tendência . As empresas estrangeiras investem em primeiro lugar nas atividades de produção e logística com 31% de investimentos realizados no país e 50% de empregos criados.      A internacionalização na França é uma etapa para uma internacionalização mais global. Em 2016, 30% das exportações francesas foram realizadas por filiais de grupos estrangeiros implantados na França.     O posicionamento geográfico da França, associado às infraestruturas de transporte de qualidade, a tornam um hub para o acesso a outros continentes. Mais de 80% das empresas estrangeiras consideram a França como uma plataforma para a exportação.     A inovação também está no centro das estratégias de implantação na França. Os projetos de pesquisa e desenvolvimento representam 10% das decisões de investimento; eles aumentaram 32% em relação a 2015. No geral, a contribuição das filiais dos grupos estrangeiros para os investimentos em pesquisa e desenvolvimento na França é de 28%.   A Alemanha e os Estados Unidos apostam na França. Os principais investidores na França são, pela primeira vez, as empresas alemãs (17%), que investem principalmente na produção de bens. As empresas americanas representam 13% dos investimentos totais, e ¼ dos investimentos em P&D. Os investimentos italianos representam 13% do total e o Japão é o primeiro investidor asiático.   Os países da União europeia são os primeiros investidores na França, representando 60% das decisões de investimento. Vêm depois a América do Norte (20%) e a Ásia (12%).   Os investidores estrangeiros beneficiam-se de um apoio real em seus processos de investimento. A Business France, agência publica que promove a atratividade econômica da França, e seus parceiros regionais estão na origem de mais da metade das decisões de investimento (643 em relação às 1.117 decisões). Em 2016, 3.360 empresas estrangeiras foram contatadas pelas equipes da agência na França e no exterior.   « A contribuição do investimento estrangeiro à economia de nosso país não precisa mais ser demonstrada, principalmente na P&D e na produção industrial. As filiais dos grupos estrangeiros empregam 21% dos funcionários na França nos setores da indústria. As equipes da Business France se dedicam todo o dia a convencer investidores estrangeiros da atratividade de nosso território, com o apoio de nossos parceiros regionais” constata Muriel Pénicaud, Diretora Geral da Business France.      … Também paras as empresas latino-americanas   A América Latina deu início à sua internacionalização e a França se posiciona como um destino estratégico. Mais de uma centena de empresas da América Latina estão presentes na França, as quais empregam mais de 4.000 funcionários.     RANKING DAS EMPRESAS LATINOAMERICANAS NA GERAÇÃO DE EMPREGOS NA FRANÇA     EMPRESA ORIGEM SETOR EMPREGOS CEMEX México Construção 2.000 VALE Brasil Metais 1.000 – 1.500 JBS Brasil Agrobusiness 700 - 800 MEXICHEM México Química 400 - 500 SIGDO KOPPERS Chile Construção 400 - 500     A França representou em 2016 25% dos investimentos latino-americanos na Europa, sendo um nível equivalente ao da Espanha (25%). Seguem a Suíça, o Portugal e a Alemanha (10% cada um). Em 2016, sete novos investimentos provenientes da América Latina foram realizados, permitindo assim, a criação de 89 empregos.   Os ¾ desses investimentos tinham como objetivo a criação de matrizes europeias, essencialmente no setor de softwares e informática, e de distribuição/supermercadista. Eles estão majoritariamente localizados na região da PACA e da Île-de-France.         Três empresas brasileiras se implantaram na França em 2016:     MOVILE: a empresa Maplink, que desenvolve softwares para a geolocalização e a logística, faz parte do grupo Movile desde 2004. Maplink comprou a empresa francesa Optilogistic, especializada em softwares de eficiência logística e implantada na cidade de Angers, na região Pays-de-la-Loire. Essa operação de 20 milhões de euros deverá criar mais de 20 empregos em Angers.     100%: A empresa 100%, especializada na moda praia, abriu sua primeira subsidiária europeia em Marseille. O escritório de Marseille vai empregar umas 10 pessoas.     BRB Bijoux: especializada na criação de bijuterias e produtos gourmets (brigadeiros), a empresa abriu sua sede europeia na França. Seus clientes são restaurantes, organizadores de eventos, padarias, pequenas lojas de moda, etc. Depois da França, a empresa quer expandir-se em outros países europeus (Itália, Espanha, Portugal, etc.)     O programa French Tech Ticket valoriza a qualidade das startups latino-americanas na conquista do mercado francês     Convencida da importância do papel das startups na economia de amanhã, a França quer internacionalizar o ecossistema empresarial, atraindo para seu território talentos, startups, scale-ups, investidores e mídias internacionais     Dentre os diversos programas desenvolvidos, o French Tech Ticket v isa a facilitar a criação de startups internacionais na França , através de uma série de vantagens:     Financiamento de € 45,000 por time sem perda de capital (€ 20k para cobrir despesas pessoais e € 25k para cobrir serviços profissionais). 12 meses de incubação em uma das 41 incubadoras francesas parceiras. Procedimento acelerado para a obtenção de uma permissão de residência francesa. Programa de Aceleração com aulas inaugurais sob medida, eventos para networking e sessões de mentoring. “Guia de Boas-Vindas” e ofertas especiais de nossos parceiros a fim de auxiliar os ganhadores a se instalarem facilmente na França. Contato de assistência no formato “ Help Desk ” aos empreendedores estrangeiros para procedimentos administrativos.   Em dois anos, 230 empreendedores estrangeiros foram selecionados, após a análise de 4.500 candidaturas provenientes de mais de 100 países, para lançar suas startups na França e se beneficiar das facilidades e do acompanhamento específico proposto pelo Estado francês e pelos parceiros do programa French Tech Ticket.   Prova do espírito de inovação latino-americano , as startups da região ocupam um lugar significativo no concurso French Tech Ticket. Em 2016, elas apresentaram 389 projetos , representando cerca de 14% dos projetos globais e um crescimento de 170% em relação a 2015. As empresas brasileiras apresentaram 118 projetos em 2016 versus 76 em 2015.   Prova da qualidade do empresariado latino-americano , 14 startups latino-americanas foram premiadas, representando 20% do total de premiados no mundo.   O Brasil está no alto do pódio com a 4ª colocação mundial em termos de premiados, com sete startups, que representam 50% dos premiados latino-americanos e 10% dos premiados mundiais.       As seguintes empresas brasileiras foram selecionadas:       BIZ.U – Rio de Janeiro   Startup de análise de RH. Mede traços de personalidade e os transforma em dados sobre o comportamento e a compatibilidade do candidato para um determinada vaga de emprego, ajudando assim, a tomada de decisão do RH ( WWW.BIZU.VC )     CUBOS – Sao José (Santa Catarina)   Concepção e produção de satélites de baixo custo para instituições e governos, no mundo todo, a fim de lançar missões espaciais com maior frequência e de maneira mais econômica ( WWW.CUBOS.SPACE )     GIGLOOP - Joinville   Gigloop racionaliza a reserva de talentos da música para performances live ( WWW.GIGLOOP.COM )     KG PROTECH – São Paulo   KG Protech propõe a formação de técnicos automotivos à distância simulando defeitos dentro de um carro graças a seus dados próprios ( WWW.KGPROTECH.COM )     NURTURE – Porto Alegre   Um app com uma assistente inteligente que troca mensagens de SMS com pacientes e os analisa utilizando algoritmos de machine learning para detectar o nível de humor e motivação dos pacientes. Um conteúdo baseado em teorias comportamentais é enviado para encorajar a adesão dos pacientes a tratamentos e regimes (WWW.NURTURE.BE)     SOLUZ ENERGIA - Florianópolis   Consiste em um equipamento de troca de calor preso em um painel fotovoltaico para recuperar a energia termal residual, esquentando a água e esfriando as células. Dessa forma, o consumo de eletricidade é reduzido ( WWW.SOLUZENERGIA.COM )     WISEREADER – Sao Paulo   Cria livros digitais personalizados seguindo as preferências de cada leitor.     ( WWW.WISEREADER.IO )     Para melhor acolher esses talentos e as mulheres e os homens que encabeçam esses projetos, a França põe à disposição um dispositivo específico e moderno     O site « Welcome to France » , lançado pela Business France, é um serviço de informação destinado aos talentos estrangeiros e às suas famílias, em deslocamento/mobilidade profissional. Ele tem por objetivo os guiar nas primeiras etapas da expatriação na França, oferecendo um site único que concentra o conjunto das informações e etapas necessárias para otimizar a sua chegada na França (visto, título de residência e autorização de trabalho, fiscalização, proteção social, dia-a-dia – escolarização, moradia, etc.)     Segundo Michel Sapin, Ministro da Economia e das Finanças, “A implantação de dispositivos completos de acolhimento é útil e necessária para fazer do nosso país um espaço acolhedor para todos aqueles que queiram trabalhar, montar seus negócios, investir na França.   Essa facilitação dos procedimentos é uma etapa chave na nossa política em prol da atratividade do nosso país. Outras ações foram promovidas nesse sentido nos últimos meses, especialmente com a implantação de um regime fiscal mais favorável para estes talentos recentemente instalados em nosso país. Dessa forma, a Lei de Finanças para 2017 adotou a prorrogação para oito anos do regime especial aplicado aos expatriados. Essas disposições colocam a França entre os países melhores dotados na Europa para receber talentos. Enfim, o governo comprometeu-se em abrir turmas internacionais, o quanto for necessário, nos colégios e liceus franceses a fim de facilitar a escolarização dos filhos destes expatriados. ”     O “French Tech Visa” também será lançado no outono de 2017. Esse dispositivo se apoia sobre o novo título de residência francês “Passeport Talent” que foi lançado no final de 2016 (um título de residência com duração máxima de quatro anos, renovável, e que tem como objetivo facilitar o acesso ao direito de residência aos talentos que a França pretende acolher cada vez mais) e oferece um acompanhamento passo-a-passo para a obtenção dos títulos de residência.  

TOP WINE CHINA 2016

Gabriella Martins - 08-juin-2016 18:15:44
Pékin  Google Map Link : https://goo.gl/maps/2Uhr6ob55F12                                                                                                                 Preferência marcante pelos vinhos de importação                                                                         Mais de 70% dos consumidores chineses preferem os vinhos de importação. Segundo as estatísticas das alfândegas, a China importou 384 milhões de litros de vinho em 2014. Os dez primeiros países que exportaram vinho para a China em 2014 são: França, Chile, Espanha, Austrália, Itália, Estados Unidos, África do Sul, Alemanha, Argentina e Portugal.   TopWine China 2015 reuniu cerca de 400 expositores representando 700 produtores, que apresentaram seus melhores produtos. Além dos pavilhões regionais chineses, estavam instalados no salão, pavilhões regionais advindos de: França, Alemanha, Espanha, Itália, Áustria, Hong Kong, Estados Unidos, assim como de regiões vinícolas emergentes como: Moldávia, Hungria, Geórgia e Romênia. A Business France ficou encarregada da organização do pavilhão francês, que reuniu mais de 50 empresas francesas.      A próxima edição TopWine China acontecerá dos dias 15 à 17 de junho de 2016 Nos quatro pavilhões que compõem o China National Convention Center, o complexo de exposições e de congresso mais atraente e polivalente de Pequim! Com um espaço distinto dedicado aos apreciadores de bebidas destiladas e de cerveja.   O TopWine China 2016 é reservado somente aos profissionais do setor de vinhos e aos setores relacionados :  - Negócios de vinho e venda de varejo: agentes, importadores, exportadores, revendedores, atacadistas, franqueadores, representantes comerciais, varejistas, etc. - Grandes plataformas, supermercados, hipermercados e depósitos de bebidas: diretores gerais, compradores, responsáveis por vendas, etc. - Bares, hotéis, restaurantes e clubes noturnos: diretores gerais, diretores de alimentação, responsáveis por serviços de hotelaria, chefs de cozinha, gestores de adegas, sommeliers, etc. - Vendas livres de impostos: representantes de lojas não taxadas, compradores de companhias aéreas, de cruzeiros e de balsas. - Alimentação: bufês, bufês de eventos e bufês de exposições. - Comércio online : proprietários de sites de vendas de vinho online. - Diversos: associações e organizações profissionais, críticos de vinhos.   Dentre os expositores franceses : -  CHATEAU D ORSCHWIHR -  ETABLISSEMENTS TRENEL FILS -  MAISON DES BORDEAUX ET BORDEAUX SUPERIEURS -  MAISON JEAN LORON -  SELECTION PATRICK CLERGET -  VINS ET TERROIRS EXPORT…       Contato Business France : Adrien.BOUSSARD@ubifrance.fr Brochura : TWC2016BrochureFRNS.pdf Site oficial: http://www.topwinechina.com/ Anuário youbuyfrance.com : vins, spiritueux et autres boissons *A agência Business France é resultado da fusão entre UBIFRANCE e L’AFII em janeiro de 2015    

A França apresenta Créative Industry na Feira de Hannover

Victoria Franco - 20-mai-2016 21:34:08
Esta iniciativa pretende promover a indústria francesa no mundo   Hannover, 26 de abril de 2016 – A Business France, agência responsável por promover a internacionalização da economia francesa, anuncia o lançamento da « Créative Industry », uma iniciativa destinada a difundir internacionalmente o know-how industrial e a criatividade da França. Emmanuel Macron, Ministro da Economia, Indústria e Assuntos Digitais, apresenta hoje, na Feira de Hannover, a « Créative Industry », uma campanha que ressalta a ambição do país em destacar-se novamente como grande potência da indústria mundial. Sete grandes empresas francesas demonstrarão nessa ocasião de que forma as tecnologias francesas contribuem, em sete setores chave da inovação tecnológica, para construir a indústria do futuro. Créative Industry é um braço da « Créative France », campanha de promoção da imagem e atratividade econômica da França, divulgada em dez países prioritários, dentre os quais a Alemanha, e valoriza diferentes setores econômicos, sobretudo as novas tecnologias, a ciência, a saúde, o turismo e os transportes. Esta campanha, criada pela Business France, foi lançada no ano passado pelo Governo francês. Através do lançamento da Créative Industry, o Ministro da Economia, Indústria e Assuntos Digitais Emmanuel Macron, abre, por ocasião da Feira de Hannover, uma primeira porta da campanha Créative France, destacando as inovações industriais francesas que tornam possível a transformação tecnológica e digital da indústria francesa e além dela. «Hoje, estou muito orgulhoso por lançar a iniciativa Créative Industry em Hannover, no âmbito da maior feira industrial do mundo, para fazer valer os trunfos industriais singulares de nosso país: a França, através de suas empresas – pequenas, médias ou grandes –, inova, empreende, cria e abre-se para o mundo», declara Emmanuel Macron. «O dinamismo das parcerias com as empresas alemãs também irá permitir reforçar o setor industrial francês». As sete empresas francesas inovadoras a seguir representam hoje a vitrine da Créative Industry: Enertime (que operacionaliza a termodinâmica para a produção de energia limpa), Flax Technic (que produz uma fibra técnica a partir da fibra natural do linho, para uso industrial), ESI (um dos líderes mundiais em prototipagem virtual), BA Systèmes (líder  francês  em  sistemas  logísticos  internos  para  a  condução automática de veículos na indústria), Prodways (n°1 na França da manufatura aditiva), STIL (líder mundial em sensores confocais cromáticos que atendem às necessidades de medição de distâncias sem contato e de alta resolução) e Diota (soluções de realidade aumentada na indústria).   A França lidera a corrida que envolve os novos segmentos industriais A indústria francesa é particularmente forte e diversificada, cobrindo os setores de máquinas-ferramentas, transportes, metalurgia, saúde, indústria química, mas também diversos setores tecnológicos de ponta, tais como a modelagem 3D, a prototipagem virtual, a robótica e os materiais compósitos. A França é o primeiro destino na Europa dos investimentos em produção manufatureira. «Recentemente, identificou-se na França o dinamismo de sua inovação e a criatividade de suas empresas – tanto de suas multinacionais, quanto de suas jovens empresas. Há vários anos, a França é o destino nº 1 dos grandes projetos industriais (cf. relatório EY 2015). Além disso, os 2/3 das exportações francesas dizem respeito a produtos industriais, atingindo 420 bilhões de euros por ano e cada emprego criado na indústria, gera até outros quatro em outros setores. Graças a uma mão-de-obra extremamente qualificada e aos grandes investimentos em P&D, nossa indústria é plenamente capaz de desfrutar das novas tendências, tais como a internet dos Objetos, o big data ou as cidades conectadas, caso não esteja diretamente na vanguarda nessas áreas», assinala Muriel Pénicaud, Embaixadora Responsável pelos Investimentos Internacionais e Diretora Geral da Business France. «A excelência em matéria de matemática, engenharia, design e empreendedorismo da França são as bases da nossa indústria. Ela permitirá múltiplas inovações, necessárias à sua transformação tecnológica e digital e a de outros países no mundo», acrescenta Muriel Pénicaud. Na Feira de Hannover, as aplicações inovadoras apresentadas pelas empresas parceiras da Créative Industry estarão expostas no Hall 8, estande A19. *** Para maiores informações sobre a Créative France: Site da campanha:   creative.businessfrance.fr   Acompanhe a iniciativa nas redes sociais: Twitter   e   YouTube   Business France   é a agência nacional de apoio à internacionalização da economia francesa, responsável por impulsionar o crescimento das exportações de empresas francesas, bem como prospectar e facilitar os investimentos estrangeiros na França. Ela promove a atratividade e a imagem econômica da França, suas empresas e seus territórios, e também se ocupa da gestão das candidaturas VIE (Voluntariado Internacional na Empresa). Criada em 1º de janeiro de 2015, resultado da fusão entre a UBIFRANCE e a AFII (Agência Francesa para Investimentos Internacionais), a Business France conta com 1.500 colaboradores, situados na França e em 70 países, que trabalham com uma rede de parceiros do setor público e privado.     Contato imprensa:   Cynthia Odsi cynthia.odsi@businessfrance.fr Fone: +33 1 40 74 74 15   Marie Frocrain Marie.frocrain@havasww.com Fone: + 33 6 04 67 49 75     *O release e o press kit em francês estão disponíveis para download abaixo.

França anuncia os resultados dos Investimentos diretos estrangeiros no país

Vera dos Anjos - 23-mars-2016 21:52:22
                          33.682 empregos gerados ou mantidos pelos investimentos internacionais em  2015: produção e instalação de sedes corporativas em destaque   Paris, 22 de março de 2016 . O « Relatório sobre a internacionalização da economia francesa – Balanço 2015 dos investimentos estrangeiros na França », divulgado neste último dia 22 (de março), analisa as decisões relativas aos investimentos estrangeiros e sua contribuição para a economia francesa. Em 2015,  962 decisões de investimento  geraram ou mantiveram  33.682 empregos , o primeiro melhor ano dos últimos 5 anos.  Com 19 decisões em média por semana , o ano de 2015 registra  um crescimento de 27% dos empregos  gerados em relação a 2014 quando haviam sido computados 26.535 empregos. As empresas estrangeiras investem em primeiro lugar em atividades de produção com  30% dos investimentos realizados na França . Esses projetos representam um universo de 16.168 empregos (contra 11.601 empregos em 2014), ou seja, 48% do total dos empregos gerados ou mantidos. A destacar também a instalação de Sedes corporativas (Headquarters), sendo 27 Sedes mundiais ou Europeias, contra 16 em 2014. Nesse sentido, o grupo alemão Siemens decidiu em 2015 levar para Toulouse a sede mundial de suas atividades de metrôs automáticos “chave na mão” da linha Val. A canadense Premier Tech, especializada na horticultura e agricultura, embalagem e as tecnologias do meio ambiente reforça a matriz de suas atividades europeias situada na região francesa Pays de la Loire, com uma nova linha de produção automatizada e um novo centro de P&D internacional. A pesquisa & desenvolvimento permanece em um nível muito elevado com  9%  de todas as decisões de investimentos em 2015, ou seja, 87 decisões. As filiais das empresas estrangeiras na França contribuem com 28% dos gastos com P&D na França, totalizando 8,6 bilhões de euros. Os investimentos são provenientes de 53 países contra 47 países em 2014: Os países da União Europeia continuam sendo os principais investidores na França com 60% do total das decisões de investimento, em seguida, está a América do Norte 22% e a Ásia 13%, posições que permanecem bastante estáveis em relação a 2014.  Os principais investidores na França são as empresas  americanas  (18%). Elas estão na origem de um quarto das decisões mundiais de investimentos em P&D no país. Em seguida vem  as alemãs  (15%), que representam 26% das decisões nas atividades de produção. Já as  italianas  (9% dos investimentos totais) estão na origem de 31% dos investimentos nas atividades de logística. As  britânicas  (8%) contribuem com 22% dos  pontos de venda  e, enfim, as empresas  japonesas  (6%) são o  4º maior investidor nas atividades de produção. Os BRIC’s (Brasil, Rússia, Índia, China) representam 7% do investimento internacional com 68 decisões de investimentos, sendo 44 projetos para a China e Hong Kong. Diversos países exibem um número de projetos em alta, dentre os quais o Canadá com 38 projetos (ou seja, +31%), os Países Baixos com 37 projetos (ou seja, +12%), bem como a Irlanda com 15 projetos (ou seja, +114%). O dinamismo das regiões e metrópoles representa um fator de atratividade na decisão dos investidores estrangeiros.   Todas as regiões da França estão envolvidas.   Em termos de projetos, Ile-de-France, Auvergne-Rhône-Alpes e Alsácia-Champagne-Ardenne-Lorraine acolhem mais da metade das decisões de investimento.  Em termos de empregos gerados ou mantidos, as principais regiões são Ile-de-France, Nord-Pas-de-Calais-Picardie, Alsácia-Champagne-Ardenne-Lorraine e Auvergne-Rhône-Alpes. Em termos de funções, a Ile-de-France (que inclui Paris Region) atraiu 64% dos projeto nos «centros de decisão»  (primeiras implantações, principalmente).  Alsácia-Champagne-Ardenne-Lorraine e Auvergne-Rhône-Alpes distinguem-se na acolhida de projetos de produção, recebendo respectivamente 20% e 17% do total nacional. A região Ile-de-France e Languedoc-Roussillon-Midi-Pyrénées são respectivamente o destino de 31% e 13% dos projetos de pesquisa e desenvolvimento. As empresas estrangeiras contribuem com 32% das exportações francesas . Em 2015, segundo o INSEE – Instituto nacional de estatística e estudos econômicos,  mais de um quarto do faturamento das empresas, sob controle estrangeiro, implantadas   na França, são oriundos das exportações . Essa parcela atinge 31% para as empresas americanas, 21% para as alemãs, 25% para as holandesas, 15% para as inglesas e 30% para as japonesas.   A PRESENÇA DAS EMPRESAS BRASILEIRAS NA FRANÇA - INVESTIMENTOS BRASILEIROS NA FRANÇA SE ESTABILIZAM EM 2015 Cerca de quarenta empresas brasileiras estão presentes na França, onde empregam mais de 2.500 assalariados.  Cinco  novos investimentos geradores de empregos provenientes do Brasil foram concretizados em 2015 e permitiram a criação de 21  novos  empregos  e a manutenção de 700 vagas .  Fora a operação de aquisição da MoyPark pela JBS, t ratam-se de centros de decisão (75%), correspondendo na maioria a Headquarters / Sedes Corporativas Europ eias , mas também a atividades de produção (25%). Estes investimentos estão equitativamente distribuídos entre os setores de máquinas e equipamentos mecânicos, outras atividades de prestação de serviços, equipamentos médico-cirúrgicos e consultoria e serviços destinados a empresas. Eles estão majoritariamente localizados na região Auvergne-Rhône-Alpes (50%).   POSIÇÃO DOS INVESTIMENTOS BRASILEIROS NA EUROPA Em 2015, a França recebeu 7% dos investimentos brasileiros da Europa. O Reino Unido e a Alemanha são os principais países de acolhida de projetos brasileiros na Europa (21% dos projetos)  (ObservatoireEurope,BusinessFrance)   EXEMPLOS DE PROJETOS DE INVESTIMENTOS BRASILEIROS EM 2015 -  CAMILOTTI&CASTELLANI:  o escritório de advocacia especializado em direito societário, empresarial e tributário, Camilotti & Castellani, implantou-se pela primeira vez na Europa com a criação de um escritório comercial em Lyon (Auvergne-Rhône-Alpes) onde trabalha atualmente uma pessoa. -  JBS:  o grupo JBS, líder mundial em carnes, adquiriu a produtora e processadora de aves irlandesa MoyPark que possui duas unidades na França (Nord-Pas-de-Calais-Picardie e Centre-Val-de-Loire) e emprega mais de 700 assalariados. Essa operação faz parte da estratégia da JBS de ampliar seu leque de produtos preparados e de aumentar sua base de clientes no mercado europeu.   «As decisões de investimento estrangeiro geraram 33.682 empregos em 2015, ou seja, um aumento de 27% em relação a 2014, em um contexto de concorrência internacional acirrada para atração de projetos e empregos. Com nossos parceiros regionais, as equipes da Business France intensificaram seus esforços para convencer os investidores estrangeiros de que a França é um território chave para o desenvolvimentos de seus projetos na Europa. Elas atraíram 522 projetos em um total de 962, ou seja, 54% do total dos investimentos estrangeiros em território francês»,  comemora   Muriel Pénicaud ,  Embaixadora Delegada de Investimentos Internacionais e Diretora Geral da Business  France .   Sobre a Business France Business France   é a agência nacional de apoio à internacionalização da economia francesa, responsável por impulsionar o crescimento das exportações de empresas francesas, bem como prospectar e facilitar os investimentos estrangeiros na França. Ela promove a atratividade e a imagem econômica da França, suas empresas e seus territórios, e também se ocupa da gestão das candidaturas VIE (Voluntariado Internacional na Empresa). Criada em 1º de janeiro de 2015, resultado da fusão entre a UBIFRANCE e a AFII (Agência Francesa para Investimentos Internacionais), a Business France conta com 1.500 colaboradores, situados na França e em 70 países, que trabalham com uma rede de parceiros do setor público e privado.   Para mais informações, visite:   www.businessfrance.fr Site Brasil :   www.youbuyfrance.com/br Twitter :  @BF_Brazil     Contatos Imprensa / França   Cynthia.odsi@businessfrance.fr  : 01 40 74 74 15 Clement.moulet@businessfrance.fr : 01 40 73 35 31 Severine.decarvalho@businessfrance.fr : 01 40 74 73 88   Contatos Imprensa / Brasil   François Removille                  francois.removille@businessfrance.fr   +55 (11) 3087 3121 Vera dos Anjos                          vera.dosanjos@businessfrance.fr              +55 (11) 3087 3122          

EMPRESAS FRANCESAS OFERECEM OPÇÕES DE ALTA TECNOLOGIA PARA TODA A CADEIA DE EXPLORAÇÃO DE PETROLEO NO BRASIL

Marina Carrara - 26-juin-2015 16:24:46
  BRASIL OFF SHORE – MACAÉ – RJ   23 a 27 de junho de 2015     Toda a cadeia de produção de petróleo, da escolha da mão de obra às diversas fases de exploração, necessitam de alta tecnologia, capaz de gerar grande segurança aos processos, bem como resultados positivos. A França - através de suas grandes, pequenas e médias (PME’s) empresas - desenvolve e detém uma alta tecnologia para o setor petrolífero, já testada junto a seus clientes espalhados pelo mundo e junto a algumas das maiores operadoras de Petróleo internacionais. Estas empresas francesas, respondem às demandas de diver­sos elos da cadeia de fornecedores de petróleo e gás, como o segmento de materiais especiais, equipamentos de teste, de poços, monitoramento de infraestrutura submarina, entre outros.   A Business France – Agência do Governo Francês de apoio à internacionalização da economia francesa, traz ao seu Pavilhão França de 2015, 15 destas empresas francesas altamente especializadas, que complementam com alta tecnologia as diferentes etapas da cadeia produtiva do petróleo para o mercado brasileiro.     Em junho, a PETROBRAS atualizará o seu Plano de Negócios e certamente demonstrará seu engajamento em retomar os investimen­tos de forma comprometida com a eficiência e entrega de re­sultados. Já em outubro, a 13ª Rodada de Licitações de Blocos Exploratórios será organizada pela ANP, movimentando o setor e abrindo espaço para novos operadores.   Profundamente comprometidas e interessadas no estabelecimento de parcerias e acordos comerciais com empresas locais, as empresas francesas oferecem aos empresários brasileiros a oportunidade de integrarem suas empresas à cadeia global de valor do setor. Todas as empresas presentes no Salão atuam tanto no mercado francês como no internacional, fornecendo produtos e serviços para grandes grupos como Total, o que lhes garante um alto padrão de produtos e serviços.     Conheça abaixo a lista das empresas francesas que participarão da   Brasil Off Shore e visite nosso site para fazer o download do catálogo com o perfil completo das empresas, bem como obter seus dados de contato: www.ubifrance.com/br     1.       ACEBI www.acebi.com www.amgc-marine.com ACEBI oferece soluções abrangentes para meios de segurança e equipamentos de convés para plataformas offshore, navios militares, iates como baleeiras, barcos salva-vidas e seus respectivos turcos, guindastes e guinchos de sua empresa-irmã AMGC. Também fornece para plataformas de mega-iates, as portas do casco, passarelas, escadas, escotilhas, portas lazareto e escadas de natação. Estes equipamentos são fornecidos em todos os materiais metálicos e também em fibra de carbono. ACEBI também propõe soluções customizadas de acordo com as necessidades do cliente.   O Departamento de Serviço da ACEBI presta serviços em todo o mundo para inspeções anuais e a cada cinco anos em todas as marcas de baleeiras, barcos salva-vidas e turcos, e todas as operações de reequipamento e contratos de longo prazo para manutenções necessárias.   Os diferentes serviços prestados por ACEBI & AMGC são: Baleeiras e turcos (ACEBI projeta e produz turcos específicos); Equipamentos de convés (ACEBI projeta e produz escotilhas de convés e portas do casco específicos); Guinchos (AMGC projeta e produz guindastes, cabrestantes, portas de garagem de helicóptero, guinchos corda propagação para os navios sísmicos). Referências de clientes: Total, Pride Internacional, Chevron, Transocean, Saipem, da Petrobras, CMA CGM, Marinha Francesa, Marinha indiana, mega-iates estaleiros nos Emirados Árabes Unidos, Grécia e Taiwan.         2.        AXON CABLE Equipamentos Elétricos - www.axon-cable.com AXON CABLE é um fabricante de cabos e fios para a instrumentação terrestre e marinha, mercado Onshore e Offshore e outras aplicações. Altas temperaturas, ambiente explosivo, resistência a óleos, pressão, choques e vibrações. Estes são alguns dos desafios que as empresas de petróleo & gás e energias renováveis tem que enfrentar. A Axon Cable, especialista em soluções de interconexão em ambientes hostis, leva estes requisitos em consideração desde os primeiros estágios do design de seus conjuntos de cabos e conectores.         3.        Grupo COURBIS Plasturgia, materiais compósitos.- www.groupe-courbis.com Com experiência de 50 anos em engenharia de polímeros, Courbis fornece serviços globais desde o conceito e design até a produção e testes. A Courbis está posicionada no setor de materiais não metálicos, sobretudo, materiais plásticos em polímeros e elastômeros. Estes tipos de materiais são cada vez mais demandados pela indústria de petróleo e gás a partir do avanço das atividades de produção offshore nacional.   Sua gama de produtos pode ser exemplificada por seu sistema de isolamento térmico, reforçador de curva, sistema de braçadeiras, peças de proteção, brandal.. Seus serviços incluem gerenciamento de projetos, testes, qualificação do produto e subcontratação para o desenvolvimento do cliente. A empresa possui uma presença mundial com instalações na Europa (França e Eslováquia), Ásia (China) e América do Sul (Brasil).         4.        CRYOSTAR       www.cryostar.com C ryostar é o principal fornecedor de equipamentos de manipulação de carga e gases combustíveis para os transportadores de gases naturais líquidos (GNL) com qualquer tipo de propulsão. Os produtos incluem compressores BOG, vaporizadores GNL e aquecedores a gás natural. A empresa também atua no setor de gás industrial, fornecendo bombas criogênicas e nos setores de hidrocarbonetos e energia limpa, fornecendo turbinas e compressores. O retorno de ventiladores de gás para terminais de GNL completa o portfólio. As vendas e serviços são fornecidos de forma global, com presença na França, Reino Unido, EUA, Singapura, China, Brasil (vinhedo, SP) e Índia e a principal unidade de produção em Hésingue, França (próximo à fronteira com a Suíça).        5.        Naurex do Brasil Serviços - http://www.naurex.com.br   No Brasil desde julho de 2013, atua nos serviços de recrutamento, seleção e terceirização de mão de obra offshore, além de mão de obra técnica especializada on-shore. A Naurex já possui uma atuação mundial há mais de 20 anos. Apesar de atuar no Brasil há menos de um ano, a Naurex já possuía e ainda possui através de sua matriz, sediada em Mônaco, contratos expatriados no Brasil. Atua diante da Legislação Brasileira Trabalhista e Acordo Coletivo para todos os seus colaboradores. Recruta e terceiriza através da base de dados atualizada, seja para posições sob contrato brasileiro ou contrato internacional. Todos os seus colaboradores dispõem de seguro de vida, seguro saúde e vale alimentação. Colaboradores sob contrato Brasileiro- Icatu e Bradesco Saúde; Colaboradores expatriados – Previnter.   6.        Necotrans Brasil http://necotrans.com   A Necotrans é especialista em logística petrolífera. Implantada em mais de 40 países e com 30 anos de experiência, o Grupo conta com 3 áreas de atividades, tão complementares quanto direcionadas, que nos permitem dar resposta às suas expectativas de forma personalizada, independentemente das suas necessidades de transporte. Logística petrolífera Freight forwarding Atividades portuárias e logísticas     7.        Open Ocean http://www.openocean.fr Sediada na França, na cidade de Brest, a Open Ocean desenvolve, desde 2011, softwares inovadores para as explorações e operações offshore. A empresa criou e concebeu o Metocean Analytics, a primeiro software de análise de dados para oceanografia e meteorologia sob demanda , acessível pela internet, para todos os tipos de projetos offshore. O Metocean Analytics é uma plataforma web (um SaaS - Sistema como Software ), que compila os dados oceanográficos e meteorológicos dos últimos 20 anos de várias zonas para gerar informes em tempo real de alta qualidade. Seu objetivo é entregar informações precisas e facilitar os estudos de projetos offshore de seus clientes. Assim, estes podem desenvolver sozinhos seus estudos, sem apresentá-los  às consultorias e gerar informes completos com dados científicos precisos. O uso do Metocean Analytics leva a uma maior flexibilidade e a uma maior reatividade nos projetos offshore. A plataforma, de fácil utilização, permanece acessível aos diferentes agentes implicados no projeto, no mundo todo. Além de compartilhar os resultados obtidos, pode-se comentar e baixar os informes em vários formatos (.xls, .pdf, etc.) facilitando o trabalho cooperativo no desenvolvimento de projetos de energia dos mares.     8.        Pinette P.E.I. http://pinetteemidecau.com Pinette PEI projeta, fabrica e fornece bancos de ensaio de grande dimensão dedicados a testes em grande escala. Os testes são principalmente, mecânicos, de temperatura e pressão, cargas dinâmicas ou estáticas, que podem ser aplicadas de forma combinada. Pinette acumulou registos recentes em testes com ISO 13679 e ISO 12.835. As bancadas de teste podem ser usadas para testar e qualificar: tubos de perfuração, revestimentos, tubos, bocas de poço, obturadores de prolongadores antierrupção, tubulações flexíveis, umbilicais, tubos de linha, conectores de giro, correntes, cordas, guinchos, tubulações flutuantes, válvulas, etc. As estruturas de cargas são projetadas, fabricadas e entregues conforme as especificações do cliente, em todo o mundo. A empresas assegura projetos chave-na-mão, desde o design até o teste de aceitação na fábrica do cliente, incluindo documentação, formação, etc.        9.         REGNIER   Fabricante de macacos hidráulicos - http://www.regnier-verins.com/   O grupo Regnier foi formado há quarenta anos. A empresa proporciona a projeção, produção e manutenção de sistemas hidráulicos. Suas instalações principais encontram-se na França e na África e este ano, a empresa  se expandirá para o Brasil. Os produtos estão presentes no mundo inteiro, em algumas das mais complexas e exigentes operações, como a usina hidrelétrica Três Gargantas, na China. Os clientes variam das maiores empresas de óleo até armadores mundiais, além de construtores líderes de aeronaves, produtores de aço e empresas de energia nuclear. A empresa domina cada passo do processo interno de produção, o que garante a qualidade do produto. Regnier também usa suas sedes de produção para atuar na manutenção de cilindros de todos os tipos e marcas. Todo o processo possui certificação ISO 9001, e atende a todas as exigências do cliente. A mais nova adesão ao grupo é a Regnier Brasil, formada em 2014 com o objetivo de fornecer operadores com serviços de manutenção hidráulica de todos os tipos, marcas e cilindros. A filial também possui um serviço express, ideal para clientes que enfrentam crises inesperadas, não possuindo cilindros reservas e que precisem de um reparo emergencial.    10.     REP Brasil Produtos químicos para a exploração e a produção de Petróleo - www.rep.fr REP – Produtos de Pesquisa e Exploração é uma empresa francesa independente, com uma filial brasileira especializada na pesquisa, desenvolvimento, formulação, fabricação e comercialização de produtos químicos destinados para o Setor Petrolífero, Indústria e Sustentabilidade na Produção de Petróleo. Os produtos REP permitem ganhos de produtividade e redução dos custos relacionados à manutenção, respeitando restrições ambientais e de segurança. Produtos: inibidores de corrosão, inibidores de materiais incrustrados, anti-emulsificantes, biocidas, inibidores de parafinas, inibidores de hidratos, catadores, produtos sob medida, etc... No Ambiente Proteção, a REP oferece uma gama de produtos. Permite ação eficaz contra qualquer tipo de poluição. Produtos: Absorventes, Limpadores bacterianos, dispersantes, produtos de limpeza biodegradáveis, etc ... Desde a pesquisa de novas formulações até o embarque de produtos para os clientes, a REP controla toda a cadeia de produção interna, o que evidencia sua responsabilidade para com prazos, flexibilidade de produção e alta qualidade do produto final.         11.     SALTEL        www.saltel-industries.com   As indústrias Saltel fornecem tecnologias de aço expansíveis para integridade de poços de Petróleo. A empresa desenvolve, produz, comercializa e fornece o serviço. A empresa foca suas atividades em dois segmentos: Execução de poções e serviços de reparo. A Saltel fornece sistemas de cimentação em múltiplos níveis para lidar com as possíveis perdas de zonas que os operadores podem enfrentar durante o processo. Para lidar com as perfurações e vazamentos inesperados, a empresa fornece correções expansíveis de aço, os SES Packers e SES Patches. A empresa detém alta tecnologia, tendo alta capacitação em usinagem utilizando materiais diversos. Mão de obra extremamente qualificada. Desenvolve atualmente na França uma tecnologia específica para operadores locais mediante especificações do operador brasileiro.        12.     SGAI Cevennes        http://www.sgai.fr   Fundada em 1982, SGIA Cevennesa, empresa do Grupo Univam, é especializada na concepção e fabricação de equipamentos para as indústrias de petróleo e gás para instalações onshore e offshore. SGIA exporta 100% de sua produção para a África, Oriente Médio e América do Sul. A empresa também atua nas áreas de meio ambiente (separação de líquidos, despoluição e tratamento de efluentes) e indústrias de ponta. Sediada em Alès, França, assegura os estudos, processo, compras, instrumentação, tubulações, fabricação de vasos de pressão, subcontratação de soldagem, manutenção e serviço... Os equipamentos, projetados para uso em ambientes com condições extremas, em áreas sensíveis, exigem um elevado nível de qualidade e confiabilidade. Os processos da empresa SGIA Cevennesa são validados por uma abordagem de qualidade que tem como objetivo atender às demandas mais exigentes de seus clientes.   13.     Technogenia Fornecedor de soluções para proteção antiabrasiva - www.technogenia.com Criada em 1979, a Technogenia possui uma gama completa de produtos antiabrasivos de elevado desempenho e de enchimento duro à base de carboneto de tungsténio que permite aos seus clientes encontrarem a melhor solução para resolver de forma eficaz seus problemas de abrasão. A tecnologia Technogenia contribuiu significativamente para diminuir os custos de conservação, manutenção e desgaste para inúmeros clientes em todo o mundo. Numerosas indústrias utilizam ferramentas que requerem alta resistência à abrasão. Fáceis de aplicar, os produtos Technodur e Technosphere são muito convenientes para ferramentas de perfuração. Possui 7 Centros de laser que atendem seus clientes ao redor do mundo.     14.     Thales Underwater System   https://www.thalesgroup.com   Graças a 50 anos de experiência em operações militares submarinas, Thales é agora um líder global em sistemas submarinos e o maior exportador mundial de sonares e sistemas relacionados com as forças navais.   Thales projeta e fornece sistemas e subsistemas acústicos e de comunicação para operações militares anti-submarinos e operações militares anti-minas. Suas soluções e serviços relacionados são adequados para todos os tipos de plataformas: submarinos, navios de superfície, helicópteros, aviões de patrulha marítima e sistemas navais não tripulados. Com base em sua experiência, a Thales desenvolveu soluções inovadoras para o setor de Óleo & Gás com um foco específico em: • Sistema Integrado de Visibilidade Submarina • Processo de Monitoramento acústico submarino • Area de Vigilância e Proteção Thales possui vários escritórios e implantações no Brasil, com foco no desenvolvimento  de interno de Pesquisa, Desenvolvimento e produção.     15.     Union des Forgerons http://union-des-forgerons.fr   Oferece trabalhos de forja com metais diversos ( aços e ligas, alumínio). Trabalham os metais com alta precisão, adequando-os para a fabricação de equipamentos utilizados em ambientes hostis (altas e baixas temperaturas, grandes profundidades, ambientes extremos em geral).      Serviço   Visite o site do evento : http://www.brasiloffshore.com/Visitar/Como-Chegar/   Sobre a Business France Business France é a agência nacional de apoio à internacionalização da economia francesa, responsável por impulsionar o crescimento das exportações de empresas francesas, bem como prospectar e facilitar os investimentos estrangeiros na França. Ela promove a atratividade e a imagem econômica da França, suas empresas e seus territórios, e também se ocupa da gestão das candidaturas VIE (Voluntariado Internacional na Empresa). Criada em 1º de janeiro de 2015, resultado da fusão entre a UBIFRANCE e a AFII (Agência Francesa para Investimentos Internacionais), a Business France conta com 1.500 colaboradores, situados na França e em 70 países, que trabalham com uma rede de parceiros do setor público e privado.  

FRANÇA NA CARDS 2015

Marina Carrara - 09-avr.-2015 21:22:52
Nesta edição de 2015, a Business France – Agência Nacional de Apoio à Internacionalização da Economia Francesa traz nove empresas francesas provedoras de alta tecnologia, as quais variam desde gerenciamento biométrico de acesso e identidade, soluções de softwares e hardwares, processamento de e-transactions até tintas e vernizes para uso técnico apropriado. O mercado de cartões inteligentes atende a alta demanda de segurança eletrônica ao realizar pagamentos e acessos pessoais e a praticidade da identificação digital. Por tais motivos, as empresas francesas do ramo continuam a desenvolver e inovar cada vez mais afim de que tal tecnologia cresça e se expanda o máximo possível através dos Estados. Veja a seguir o perfil individual das empresas francesas presentes no evento: HPS HPS é uma empresa líder mundial em soluções de software de pagamento que fornece soluções de pagamentos eletrônicos para as instituições financeiras, processadoras e interruptores nacionais. Através da sua plataforma compacta utilizada por mais de 320 emissores, adquirentes e interruptores nacionais, a empresa processa qualquer tipo de cartão (crédito, débito, pré-pago, cartão de fidelidade, cartão corporativo e de combustível) através de qualquer canal (ATM, POS, Internet, mobile) para todo tipo de comerciante. ID3 ID3 é reconhecida como uma das principais especialistas em biometria e identificação ID. M2M O Grupo M2M oferece uma completa gama de soluções de processamento de transações eletrônicas (e-transactions) u tilizadas em todo o mundo para aplicações de pagamento eletrônico , gerenciamento de identidade , eGov , transporte e emissão de bilhetes . O Grupo M2M possui grande expertise na entrega de uma gama completa de serviços em desenvolvimento de software , implementação, implantação e operacionalização, graças à sua experiência mundial comprovada. As soluções de software do Grupo M2M incluem: MX Pagamento ™ , eGOV ™ MX , MX Campus ™ e MX Mover ™ , utilizados por mais de 300 instituições em mais de 50 países . 2RPNET 2RPNET destaca-se como uma empresa focada em apoiar os negócios de seus clientes com base na utilização das mais modernas tecnologias. Mais que um fornecedor de soluções, um parceiro confiável. Mulann MULANN projeta, produz e comercializa uma gama completa de materiais de consumo e de produção e teste de equipamentos para a indústria de cartões inteligentes. Smartware Samartware é um dos principais fornecedores de soluções de software/hardware e de serviços. A empresa desenha, desenvolve e fabrica quadros eletrônicos e sistemas embarcados para a personalização e o teste de “contact/ contactless” de cartões inteligentes e de emódulos para bancos, GSM, e-Passaporte e aplicativos de eID. SPS Smart Packaging Solutions SPS é líder global de tecnologias de segurança envolvendo cartões inteligentes “contactless” e “dual interface” e é também um dos principais fornecedores de incrustação de alta qualidade para e-Passaportes. StarChip Starchip é uma empresa que cria e desenvolve cartões inteligentes ICs para produção em massa. A empresa também licencia empresas de teste e de fundição para a venda direta de seus produtos. VFP Ink Technologies VFP Ink Technologies é especializada na fabricação de tinta e vernizes industriais . A gama abrange aplicações e materiais em indústrias, tais como a impressão contínua de etiquetas, cartões em PVC laminado, garrafas, dentre outras. SERVIÇO Cards Payment & Identification Data: 14 a 16 de abril de 2015 Horário: das 13 às 19 horas Local: Transamerica Expo Center Avenida Doutor Mário Villas Boas Rodrigues, 387 Santo Amaro, São Paulo/SP CEP: 04757-020   Sobre a Business France Business France é a agência nacional de apoio à internacionalização da economia francesa, responsável por impulsionar o crescimento das exportações de empresas francesas, bem como prospectar e facilitar os investimentos estrangeiros na França. Ela promove a atratividade e a imagem econômica da França, suas empresas e seus territórios, e também se ocupa da gestão das candidaturas VIE (Voluntariado Internacional na Empresa). Criada em 1º de janeiro de 2015, resultado da fusão entre a UBIFRANCE e a AFII (Agência Francesa para Investimentos Internacionais), a Business France conta com 1.500 colaboradores, situados na França e em outros 70 países, que trabalham com uma rede de parceiros do setor público e privado. www.businessfrance.fr Informações à imprensa   Vera Dos Anjos - mtb: 14.534 Responsável Comunicação e Assessoria de Imprensa Business France Brasil Embaixada da França no Brasil Tel. direto: (55 11) 3087 3122   vera.dosanjos@businessfrance.fr
Conheça nossa equipe
  Richard Gomes - Diretor Business França América Latina. Depois de completar seu VIA no Brasil em 1996, Richard Gomes ocupou vários cargos de Direção no setor das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na França, Portugal e Califórnia. Ele liderou o departamento de Novas Tecnologias, Inovação e Serviços em Ubifrance, em Paris, de 2009 a 2012 e foi Diretor de Negócios França-Península Ibérica de 2012 a 2017, antes de retornar ao Brasil em setembro de 2017. Sua experiência em TIC, bem como seu bom conhecimento sobre o ambiente tecnológico francês e americano, permitiram que ele fosse eleito entre as 100 personalidades digitais na França pela revista 01Informatique (novembro de 2010). Richard possui um DESS em Bancos e finanças e mestrado em economia e finanças internacionais pela

Leia mais

Facebook
Area de Imprensa & Mídia
Lista de últimos comentários

Excelente evento! Parabéns pela org...

Mauro Henrique Pereira | octobre 22, 2014

O Seminário foi um sucesso. Parab&#...

Peter Alouche | mars 26, 2013

Parabenizo à UbiFrance pela realiza...

Marcelo Sakai | Covoiturage/Caronas | djengo.com.br | mars 19, 2013