BUSCA RESULTADOS

e-commerce: a França, um mercado que se fundamenta na criação de sites e no aumento do número de compradores

Fernanda Krueger - 20-oct.-2011 20:02:14
Setembro de 2011 - O mercado do e-commerce na França sofreu nos últimos anos uma expansão muito rápida, com a venda à distância atingindo um faturamento de 36,2 bilhões de euros em 2010, sendo 31 bilhões apenas com o e-commerce. No primeiro semestre de 2011, o faturamento de todos os sites de vendas on-line cresceu 20% em relação ao mesmo semestre de 2010, chegando a 17,5 bilhões de euros. Atualmente, são contabilizados 90.000 sites de comércio eletrônico na França, ou seja, 20.000 sites a mais em um ano. Nos três primeiros meses do ano de 2011, o índice iCE 40, que serve para medir o crescimento dos sites líderes do e-commerce, teve um aumento de 11% em relação ao 1º trimestre de 2010. O setor oferece, na França, cerca de 60.000 empregos diretos ou indiretos.   Para as empresas estrangeiras, a França representa um mercado de primeira linha. A instalação da base logística de estocagem e de expedição do americano Amazon em Montélimar, em 2010, que permitiu a criação de cerca de 500 empregos no departamento de La Drôme e representa o segundo centro logístico do Amazon implantado na França, após o de Saran (Loiret - 200 empregos), serve como ilustração.   O setor estrutura-se em duas frentes: por um lado, os sites dedicados a ofertas características do e-commerce, tais como eBay (9,1 milhões de visitantes únicos por mês no primeiro trimestre de 2011), PriceMinister ( 7,8 milhões de visitas ), adquirido recentemente pelo japonês Rakuten , ou ainda Living Social France (aquisição de cupons em grupo) que comprou no primeiro semestre de 2011 o francês Dealissime. Por outro lado, encontram-se os especialistas reconhecidos da venda por correspondência, como Amazon (9,1 milhões), La Redoute (6,5 milhões), 3 Suisses (5,3 milhões), Fnac (6,9 milhões), Voyages-Sncf (6,9 milhões) ou Carrefour (6,4 milhões) (fonte Mediamétrie/Netratings).   Segundo a Federação de Vendas à Distância (Fevad) que representa as empresas do setor, o peso do comércio eletrônico deve atingir 45 bilhões de faturamento em 2012, ou seja, contribuição econômica semelhante à das telecomunicações ou da aeronáutica.   No futuro, o comércio de produtos imateriais englobará os bens audiovisuais que podem ser baixados, os serviços desmaterializados da internet, especialmente de bancos e seguradoras. A inovação no comércio, inclusive eletrônico, encontra-se no cerne da estratégia do pólo de competitividade «Indústrias do comércio» situado na região Nord Pas-De-Calais. Projetos recentemente aprovados, tais como «Smart store» (criação de um ambiente virtual 3D de espaço comercial acessível a partir de um smartphone) ou o C3DS (visando melhorar a percepção sensorial dos tecidos para facilitar a prova virtual de produtos moldados em 3D) representam exemplos recentes das inovações desenvolvidas por este pólo. Outros pólos de competitividade, tais como Cap Digital, na Île-de-France, ou TES (transações eletrônicas seguras), em Caen, participam do progresso da inovação no e-commerce.   A próxima etapa poderia contemplar o incremento de centros comerciais virtuais que reúnam centenas de fabricantes, a exemplo de uma tendência já em alta nos Estados Unidos.   Na França, o dispositivo legislativo e regulamentar protege amplamente o direito dos consumidores (luta contra os «spams», por exemplo) e o respeito à vida privada. Um acordo contra a ciberpirataria foi firmado em 2009, com o apoio dos poderes públicos, entre os representantes das marcas e várias plataformas de e-commerce. Os pagamentos à distância também contam com uma proteção extra.   A Agência Francesa para Investimentos Internacionais (AFII) é a agência nacional encarregada da promoção, prospecção e recebimento dos investimentos internacionais. A AFII é o órgão de referência sobre a atratividade e imagem econômicas da França. A agência conta com uma rede internacional e trabalha em parceria estreita com agências regionais de desenvolvimento econômico, para oferecer serviços sob medida aos investidores internacionais. Para maiores informações, entre em contato com o diretor geral da AFII no Brasil, François Removille francois.removille@investinfrance.org ou acesse o site www.investinfrance.fr/pt .     Contato Assessoria de Imprensa UBIFRANCE Brasil:   Vera Dos Anjos – mtb 14.534 vera.dosanjos@ubifrance.fr Responsável Comunicação e Assessoria de Imprensa UBIFRANCE – Missão Econômica de São Paulo Embaixada da França no Brasil Tels : (011) 30 87 31 23 (Fernanda/ Assessora) (011) 30 87 31 22 (Vera)      Visite nosso Blog: http://www.ubifrance.com/br/    Rua Marina Cintra, 94 – 01446-901 SÃO PAULO – SP   UBIFRANCE Agência francesa para o desenvolvimento internacional das empresas
Conheça nossa equipe
  Richard Gomes - Diretor Business França América Latina. Depois de completar seu VIA no Brasil em 1996, Richard Gomes ocupou vários cargos de Direção no setor das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na França, Portugal e Califórnia. Ele liderou o departamento de Novas Tecnologias, Inovação e Serviços em Ubifrance, em Paris, de 2009 a 2012 e foi Diretor de Negócios França-Península Ibérica de 2012 a 2017, antes de retornar ao Brasil em setembro de 2017. Sua experiência em TIC, bem como seu bom conhecimento sobre o ambiente tecnológico francês e americano, permitiram que ele fosse eleito entre as 100 personalidades digitais na França pela revista 01Informatique (novembro de 2010). Richard possui um DESS em Bancos e finanças e mestrado em economia e finanças internacionais pela

Leia mais

Facebook
Area de Imprensa & Mídia
Lista de últimos comentários

Excelente evento! Parabéns pela org...

Mauro Henrique Pereira | octobre 22, 2014

O Seminário foi um sucesso. Parab&#...

Peter Alouche | mars 26, 2013

Parabenizo à UbiFrance pela realiza...

Marcelo Sakai | Covoiturage/Caronas | djengo.com.br | mars 19, 2013