e-commerce: a França, um mercado que se fundamenta na criação de sites e no aumento do número de compradores

Fernanda Krueger - 20/10/11

Setembro de 2011- O mercado do e-commerce na França sofreu nos últimos anos uma expansão muito rápida, com a venda à distância atingindo um faturamento de 36,2 bilhões de euros em 2010, sendo 31 bilhões apenas com o e-commerce. No primeiro semestre de 2011, o faturamento de todos os sites de vendas on-line cresceu 20% em relação ao mesmo semestre de 2010, chegando a 17,5 bilhões de euros.

Atualmente, são contabilizados 90.000 sites de comércio eletrônico na França, ou seja, 20.000 sites a mais em um ano. Nos três primeiros meses do ano de 2011, o índice iCE 40, que serve para medir o crescimento dos sites líderes do e-commerce, teve um aumento de 11% em relação ao 1º trimestre de 2010. O setor oferece, na França, cerca de 60.000 empregos diretos ou indiretos.
 
Para as empresas estrangeiras, a França representa um mercado de primeira linha. A instalação da base logística de estocagem e de expedição do americano Amazon em Montélimar, em 2010, que permitiu a criação de cerca de 500 empregos no departamento de La Drôme e representa o segundo centro logístico do Amazon implantado na França, após o de Saran (Loiret - 200 empregos), serve como ilustração.
 
O setor estrutura-se em duas frentes: por um lado, os sites dedicados a ofertas características do e-commerce, tais como eBay (9,1 milhões de visitantes únicos por mês no primeiro trimestre de 2011), PriceMinister (7,8 milhões de visitas), adquirido recentemente pelo japonês Rakuten, ou ainda Living Social France (aquisição de cupons em grupo) que comprou no primeiro semestre de 2011 o francês Dealissime. Por outro lado, encontram-se os especialistas reconhecidos da venda por correspondência, como Amazon (9,1 milhões), La Redoute (6,5 milhões), 3 Suisses (5,3 milhões), Fnac (6,9 milhões), Voyages-Sncf (6,9 milhões) ou Carrefour (6,4 milhões) (fonte Mediamétrie/Netratings).
 
Segundo a Federação de Vendas à Distância (Fevad) que representa as empresas do setor, o peso do comércio eletrônico deve atingir 45 bilhões de faturamento em 2012, ou seja, contribuição econômica semelhante à das telecomunicações ou da aeronáutica.
 
No futuro, o comércio de produtos imateriais englobará os bens audiovisuais que podem ser baixados, os serviços desmaterializados da internet, especialmente de bancos e seguradoras.
A inovação no comércio, inclusive eletrônico, encontra-se no cerne da estratégia do pólo de competitividade «Indústrias do comércio» situado na região Nord Pas-De-Calais. Projetos recentemente aprovados, tais como «Smart store» (criação de um ambiente virtual 3D de espaço comercial acessível a partir de um smartphone) ou o C3DS (visando melhorar a percepção sensorial dos tecidos para facilitar a prova virtual de produtos moldados em 3D) representam exemplos recentes das inovações desenvolvidas por este pólo. Outros pólos de competitividade, tais como Cap Digital, na Île-de-France, ou TES (transações eletrônicas seguras), em Caen, participam do progresso da inovação no e-commerce.
 
A próxima etapa poderia contemplar o incremento de centros comerciais virtuais que reúnam centenas de fabricantes, a exemplo de uma tendência já em alta nos Estados Unidos.
 
Na França, o dispositivo legislativo e regulamentar protege amplamente o direito dos consumidores (luta contra os «spams», por exemplo) e o respeito à vida privada. Um acordo contra a ciberpirataria foi firmado em 2009, com o apoio dos poderes públicos, entre os representantes das marcas e várias plataformas de e-commerce. Os pagamentos à distância também contam com uma proteção extra.
 
A Agência Francesa para Investimentos Internacionais (AFII) é a agência nacional encarregada da promoção, prospecção e recebimento dos investimentos internacionais. A AFII é o órgão de referência sobre a atratividade e imagem econômicas da França. A agência conta com uma rede internacional e trabalha em parceria estreita com agências regionais de desenvolvimento econômico, para oferecer serviços sob medida aos investidores internacionais.
Para maiores informações, entre em contato com o diretor geral da AFII no Brasil, François Removillefrancois.removille@investinfrance.orgou acesse o sitewww.investinfrance.fr/pt.
 
 
Contato Assessoria de Imprensa UBIFRANCE Brasil:
 
Vera Dos Anjos – mtb 14.534
Responsável Comunicação e Assessoria de Imprensa
UBIFRANCE – Missão Econômica de São Paulo
Embaixada da França no Brasil
Tels :
(011) 30 87 31 23 (Fernanda/ Assessora)
(011) 30 87 31 22 (Vera)
    
Visite nosso Blog: http://www.ubifrance.com/br/  
Rua Marina Cintra, 94 – 01446-901
SÃO PAULO – SP
 

UBIFRANCE
Agência francesa para o desenvolvimento internacional das empresas

Download: Não há arquivo disponível para download
Photo:
No downloadable photos present
Comentários
Conheça nossa equipe
A equipe Tech & Services apoia as empresas francesas para fornecer produtos e serviços inovadores, com o propósito de trazer para o Brasil o melhor da tecnologia francesa para o setor. Diante disso, parcerias em diversos setores entre empresas francesas e brasileiras colaboram para fortalecer cada vez mais os laços entre a França e seu maior parceiro na América Latina, o Brasil. CONTATO:  RJ Roberta Lara Fernandes Diretora do escritório Rio de Janeiro e Chefe de divisão TIC, Inovação e Serviços& Jurídico    +55 (21) 39 74 68 86 roberta.larafernandes@businessfrance.fr  SP  Amélie Delanoë Assessora Comercial - TIC, Inovação e Serviços Tel.: (011) 3087 3114 amelie.delanoe@businessfrance.fr  

Leia mais

Facebook
Area de Imprensa & Mídia
Lista de últimos comentários

Excelente evento! Parabéns pela org...

Mauro Henrique Pereira | octobre 22, 2014

O Seminário foi um sucesso. Parab&#...

Peter Alouche | mars 26, 2013

Parabenizo à UbiFrance pela realiza...

Marcelo Sakai | Covoiturage/Caronas | djengo.com.br | mars 19, 2013