INDICADORES DE DESEMPENHO DA ATRATIVIDADE DA FRANÇA EM 2017

Gabriella Martins - 22/12/17

 

A economia francesa, berço de inovação, aberta a talentos mundiais e 

investimentos industriais

 

Paris - Dezembro de 2017 - Business France & Les Etats de la France divulgam os «indicadores da atratividade da França» e o «estudo Ipsos/Etats de la France» por ocasião da 12ª edição do evento Etats de la France. O relatório sobre os indicadores de desempenho da atratividade da França, realizado pelo 8º ano consecutivo em parceria com a Direção Geral do Tesouro e o Comissariado Geral pela Igualdade dos Territórios, é apresentado por Christophe Lecourtier, Diretor Geral da Business France. O estudo Ipsos/Etats de la France é comentado por Pascal Cagni, Embaixador para Investimentos Internacionais e por Brice Teinturier, Diretor Geral do Ipsos.

Este relatório reúne um leque de dados econômicos referentes aos indicadores da atratividade de um país, baseando-se em um comparativo envolvendo 13 países. O estudo Ipsos analisa a percepção da atratividade através de 200 executivos de empresas estrangeiras implantadas na França.

«Pela primeira vez, a França conta com uma imagem positiva e encorajadora no que se refere à percepção dos investimentos internacionais. A opinião sobre a realidade da atratividade da França para as empresas deu um salto de 24% em relação a 2016, alcançando 60% dos entrevistados», assinala Brice Teinturier.

Os diferenciais estruturais da França são reconhecidos: dimensão do mercado e posicionamento geográfico, capital humano, produtividade horária que ocupa a 7ª posição mundial e, enfim, suas infraestruturas aeroportuárias e uma penetração da banda larga que coloca a França no 2º lugar do ranking. A França também consolida sua abertura ao investimento internacional com o 3º lugar europeu em matéria de captação de investimentos estrangeiros criadores de emprego (EY 2016 e o 2º lugar, de acordo com o Observatoire Europe de Business France). A presença de pesquisadores estrangeiros também é ressaltada com uma alta de 14% em 2015.

Os principais diferenciais da economia francesa evidenciados pelos indicadores das análises estatísticas são:

 

. Sua capacidade de inovação: a competitividade em relação a custo da França nas atividades de P&D reforçou-se a partir de 2008. A França (1ª no ranking) oferece o mais vantajoso benefício fiscal para P&D através do Crédito Imposto Pesquisa (CIR). Os recursos humanos em Ciências e Tecnologias representam 50,5% da população em 2016. O Technology Fast 500 da Deloitte confirma que a França ultrapassou seus pares europeus. O Top 100 Innovators da Clarivate Analytics, também coloca a França em 1º lugar na Europa e em 3º no mundo dentre os países mais inovadores.

 

. Uma dinâmica empresarial em constante progressão com criações efetivas de empresas de +2,3% em 2015 contra +1,7% em média na UE28(*), ou seja, 77.438 criações efetivas de empresas. O desenvolvimento das empresas, assim como sua criatividade, é facilitado pelas condições administrativas e financeiras favoráveis, em particular para as startups. Em matéria de simplificação para a criação de empresas, bastam apenas 3,5 dias para criar uma empresa na França, contra 4,5 no Reino Unido e 10,5 na Alemanha. Além disso, no primeiro semestre de 2017, o montante investido em capital de risco na França atingiu o pico histórico de 1,216 bilhão de euro, o que a coloca no 2º lugar na Europa.

 

. Uma economia industrial que atrai os investidores internacionais com uma posição de líder em termos de captação de implantações industriais na Europa (EY, BF 2016), especialmente uma nítida melhora da produtividade horária na indústria manufatureira, em progressão de +2,8% em 2016 em relação à média europeia de +0,5%.

 

As principais fraquezas da França permanecem em destaque nos rankings internacionais, trata-se do custo do trabalho e da tributação.

«O governo se empenha em tratar esses assuntos. A reforma do Código do Trabalho está sendo aplicada por empresas e empregados. Em relação ao custo do trabalho, o governo e o Conselho Nacional da Indústria (CNI) conduzirão o debate, a partir de janeiro de 2018, relativo a uma diminuição dos encargos trabalhistas para profissionais qualificados e à possibilidade de reduzir o custo do trabalho acima de 2,5 salários mínimos. Em termos de tributação, várias medidas foram tomadas, tais como a eliminação do ISF e a «Tarifação Única» (flat tax). A perspectiva mencionada de queda do imposto para pessoa jurídica de 34,4% para 25% em 2022 também deverá consolidar a atratividade do nosso país», ressalta Christophe Lecourtier.

«As reformas implantadas pelo governo nos últimos seis meses para melhorar a atratividade traduziram-se na opinião dos executivos entrevistados (Ipsos) por uma alta de 39% em 2017 sobre o tema «as reformas serão bem sucedidas» em relação a 2016. É uma excelente notícia e a prova de que com as reformas estruturais, a França retoma uma imagem econômica e positiva no mundo inteiro. Enfim, o programa industrial lançado recentemente para apoiar a inovação na indústria, bem como a criação do selo “French Fabpara promover a indústria francesa servirão para reforçar a atração dos investimentos internacionais nessa área», ressalta Pascal Cagni.

(*) A UE-28 (ou UE28, União Europeia dos vinte e oito), corresponde ao conjunto de países que pertencem à União Europeia, desde 01 de julho de 2013.

 

 

Sobre a Business France

 

Business France é a agência nacional de apoio à internacionalização da economia francesa, responsável por impulsionar o crescimento das exportações de empresas francesas, bem como prospectar e facilitar os investimentos estrangeiros na França. Ela promove a atratividade e a imagem econômica da França, suas empresas e seus territórios, e também se ocupa da gestão das candidaturas VIE (Voluntariado Internacional em Empresas). A Business France conta com 1.500 colaboradores, na França e em 72 países, que trabalham com uma rede de parceiros do setor público e privado. Para maiores informações, visite: www.businessfrance.fr. Criada em 1º de janeiro de 2015, ela resulta da fusão entre a UBIFRANCE e a AFII (Agência Francesa para Investimentos Internacionais).

 

  Contatos com a imprensa: 

 

Vera dos Anjos 

mtb: 14.534

Business France Brasil 

(11) 30 87 31 22

vera.dosanjos@businessfrance.fr

 

Tags:
Download: Não há arquivo disponível para download
Comentários
Conheça nossa equipe
THE STORY BEHIND CREATIVE FRANCE Créative France is the story of accentuating the ‘creative’, both literally and figuratively. It’s the story of a different approach, of the spark ignited by phrases and by words and images. It’s the story of an airliner that gains a second deck, of a coding school that becomes a nexus for learning, of a pastry that is coveted like a precious jewel.  It’s the story of a strong visual identity that is at once bold, elegant, prominent, modern, dynamic, surprising, flexible and unifying.  It’s the story of a creative, unconventional campaign that highlights our country’s full range of strengths, skills and savoir-faire. And for good reason – France is at the forefront of technology, design, industry and education, to name but a few sectors.  It’s the story of France today: solid fundamentals enhanced by an outstanding ability to innovate and a constant push to break

Leia mais

Facebook
Area de Imprensa & Mídia
Lista de últimos comentários

Excelente evento! Parabéns pela org...

Mauro Henrique Pereira | octobre 22, 2014

O Seminário foi um sucesso. Parab&#...

Peter Alouche | mars 26, 2013

Parabenizo à UbiFrance pela realiza...

Marcelo Sakai | Covoiturage/Caronas | djengo.com.br | mars 19, 2013